Serra – Espírito Santo – Brasil

 

 

Serra é um município brasileiro do estado do Espírito Santo localizado na Microrregião de Vitória e na Mesorregião Central Espírito-Santense. Pertence à Região Metropolitana de Vitória e está situado 27 quilômetros ao norte da capital do estado. A sede do município, porém, está mais afastada, ao norte do Monte Mestre Álvaro (grande maciço de origem vulcânica que marca a geografia do município). A população em 2015 foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 485 376 habitantes, o que faz do município o mais populoso do Espírito Santo.

Outro ponto importante é a Praia de Jacaraípe, conhecida como sede de campeonatos de surfe, assim como pequenas vilas pesqueiras como Manguinhos. Já na localidade de Nova Almeida, balneário no litoral norte do município, encontra-se, na antiga Igreja dos Reis Magos, o primeiro quadro a óleo pintado no Brasil. Tem ainda outro balneário, a praia de Carapebus.

O comércio varejista do município tem maior destaque no bairro Parque Residencial Laranjeiras, que tem o Shopping Laranjeiras, bem como a Avenida Central, a Primeira Avenida e a Segunda Avenida como pontos de destaque no comércio.

História

Seus fundadores foram Maracajá-guaçu (nome que, traduzido do tupi, significa grande gato-maracajá), pai de Arariboia e chefe dos índios Temiminós e o padre jesuíta Brás Lourenço, que, a 8 de dezembro de 1556, terminaram a obra da igreja e, assim, fundaram a Aldeia de Nossa Senhora da Conceição da Serra, hoje a cidade de Serra.

Os índios Temiminós haviam mudado para a capitania do Espírito Santo, saídos da atual Ilha do Governador, na cidade do Rio de Janeiro. Seus líderes eram Maracajá-guaçu e seu filho Arariboia, que eram altamente prestigiados pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho – que havia iniciado a co­lonização do Espírito Santo em 23 de Maio de 1535. Participavam sempre dos prin­cipais eventos e solenidades da capitania. O outro fundador, o padre jesuíta Brás Lourenço, havia chegado de Portugal em 1553, junto com o também padre jesuíta José de Anchieta.

A Aldeia de Nossa Senhora da Conceição da Serra foi elevada a freguesia por carta régia de 24 de maio de 1752 mas foi somente instalada em 1769, depois de construída a igreja nova matriz, que tinha, por filial, a Ermida de São José.

A então Freguesia de Nossa Senhora da Conceição da Serra foi elevada à categoria de vila em 1822.

O município da Serra foi criado em 1833, com território desmembra­do do município de Vitória, através da resolução do Conselho de Governo de 2 de abril de 1833 e instalado em 19 de agosto daquele ano.

Em 19 de março de 1849, foi deflagrado um movimento de libertação dos es­cravos em São José do Queimado (atualmente, um distrito da Serra), que foi desmobilizado pela força militar da época e que levou a enforcamento dois dos líderes da revolta: Chico Prego e João da Viúva. O primeiro, enforcado na então Vila de Nossa Senhora da Conceição da Serra e o segundo, enforcado na Vila de São José do Queimado.

Em 6 de novembro de 1870, a sede do município foi elevada à categoria de cidade. A instalação foi solene, com festa orga­nizada pelo deputado provincial Major Joaquim Pereira Franco Pis­sarra e políticos locais no dia do aniversário de Dom Pedro II – 31 de dezembro de 1875. O major Pissarra foi o autor da lei que transfor­mou a vila da Serra em cidade.

No século XIX, a Serra muito se desenvolveu, por ser um entre­posto de comércio para a região norte do estado e, ainda, pela sua produção de açúcar e café. No início do século XX, foi iniciado um processo de decadência. São José de Queimado, hoje distrito da Serra, situado à margem do Rio Santa Maria da Vitória, possuía um porto chamado Porto do Una, onde era embarcada, em grandes canoas que comportavam mais de cem sacas de café, a produ­ção da região da Serra e onde eram desembarcados os produtos im­portados que atendiam às necessidades locais. O rio servia como via para o transporte em geral, inclusive para a integração de Vitória com a Serra e com o norte do Espírito Santo.

Circuitos de Agroturismo

A Serra tem quatro roteiros de agroturismo: Chapada Grande, Guaranhuns, Muribeca e Pitanga. A deliciosa comida feita em fogão a lenha, produtos da roça, pesque e pague, artesanato, hospedagem, trilhas e passeios a cavalo são algumas atrações desses locais.

Praias

Balneário de Bicanga

Em Bicanga, a 25km da Sede de Serra. O acesso pela BR-101 é feito no entroncamento do Bairro de Laranjeiras, seguindo a sinalização para a Rodovia ES-010, entrando para praia de Manguinhos existe uma placa e a partir daí prosseguir por 2,5 Km.
Possui águas calmas, apropriadas para a prática de pesca de arrastão. É o balneário mais agreste da região e ainda preserva as caracteísticas de vila de pescadores, sendo bastante procurado para quem busca descanso.

Balneário de Jacaraípe

Em Jacaraípe, a 26km da sede de Serra. O acesso pela BR-101 é feito entrando no entroncamento do bairro Laranjeiras, seguindo a sinalização para a Rodovia ES-010 e prosseguindo por 12,5km.
As praias da Baleia, Castelândia, Solemar, Enseada, Capuba e Costa Bela formam o Balneário de Jacaraípe. Em alguns trechos o mar tem ondas fortes e em outros águas mais calmas, com trechos bons para a prática de surf, windsurf e body-board, onde se realizam diversos campeonatos. Com vida noturna movimentada na alta temporada, dispõe de quiosques, restaurantes, calçadão e iluminação noturna.

Balneário de Manguinhos

Em Manguinhos, a 23 Km da sede de Serra. O acesso pela BR-101 é feito entrando no entroncamento do bairro Laranjeiras, seguindo a sinalização para a Rodovia ES-010 e prosseguindo por 9km.
As praias da Enseada, Ponta dos Fachos e Chaleirinha formam o Balneário de Manguinhos, uma vila de pescadores bastante freqüentada por artistas plásticos que costumam expor seus trabalhos nas pousadas e restaurantes do local. São praias de águas calmas, com recifes e piscinas naturais em alguns trechos. No carnaval acontece a tradicional festa com banho de mar à fantasia.

Balneário de Nova Almeida

A 35 km de Vitória. O acesso pela BR-101 é feito entrando no entroncamento do bairro Laranjeiras, seguindo a sinalização para a Rodovia ES-010.

Praia com formação de falésias, águas rasas e piscinas naturais. A Praia é bastante procurada por praticantes de parapente. O Balneário abriga um dos monumentos históricos mais visitado do estado, a Igreja dos Reis Magos.

Praia de Carapebus

A aproximadamente 17km de Vitória e 11km da Sede da Serra.
Praia com trechos de águas calmas e outros com ondas fortes, favorecendo a prática do surf. A Lagoa de Carapebus, separada da praia por uma faixa de areia, permite aos frequentadores escolher entre banhos de mar e lagoa. É um local de desova de tartarugas marinhas da costa capixaba.

 

 

Venha conhecer a nossa Linda Cidade da Serra.

 

Achei Guia Comercial em breve na sua cidade

 

 

 

Achei Espirito Santo Guia Comercial faça seu anuncio